Notícia

Dieta mediterrânea ligada a habilidades de pensamento

Os componentes individuais da dieta que pareciam estar mais fortemente associados a melhores habilidades de raciocínio foram vegetais de folhas verdes e menor ingestão de carne vermelha

Freepik

Fonte

Universidade de  Edimburgo

Data

quarta-feira, 17 fevereiro 2021 10:35

Áreas

Nutrição Clínica. Nutrição Coletividades. Nutrição Funcional. Saúde Pública

Adesão a dieta mediterrânea foi associada a pontuações mais altas em uma série de testes de memória e raciocínio entre adultos na faixa dos 70 anos, apontou estudo que foi publicado na revista científica Experimental Gerontology.

O estudo não encontrou nenhuma ligação, no entanto, entre a dieta de estilo mediterrâneo e uma melhor saúde do cérebro.

Marcadores de envelhecimento cerebral saudável – como maior volume de substância branca ou cinza, ou menos lesões de substância branca – não diferiram entre aqueles que comem regularmente uma dieta mediterrânea e aqueles que não o fazem.

Envelhecimento do cérebro

Essas descobertas mais recentes sugerem que esta dieta baseada principalmente em vegetais pode ter benefícios para o funcionamento cognitivo à medida que envelhecemos, dizem os pesquisadores.

Pesquisadores da Universidade de Edimburgo testaram as habilidades de pensamento de mais de 500 pessoas com 79 anos e sem demência.

Os participantes realizaram testes de resolução de problemas, velocidade de raciocínio, memória e conhecimento de palavras, bem como um questionário sobre seus hábitos alimentares durante o ano anterior.

Escaneamento de ressonância magnética

Mais de 350 do grupo também foram submetidos por uma ressonância magnética (MRI) do cérebro para obter informações sobre a estrutura do cérebro.

A equipe usou modelos estatísticos para procurar associações entre a dieta de uma pessoa e suas habilidades de pensamento e a saúde do cérebro na vida adulta.

Os resultados mostram que, em geral, as pessoas que mais aderiram à dieta mediterrânea apresentaram os maiores escores de função cognitiva, mesmo quando se contabiliza QI infantil, tabagismo, atividade física e fatores de saúde. As diferenças foram pequenas, mas estatisticamente significativas.

Os componentes individuais da dieta que pareciam estar mais fortemente associados a melhores habilidades de raciocínio foram vegetais de folhas verdes e menor ingestão de carne vermelha.

Os pesquisadores dizem que as últimas descobertas aumentam as evidências de que um estilo de vida mais saudável, do qual a dieta é um aspecto, está associado a melhores habilidades de pensamento na vida adulta.

“Comer mais vegetais verdes e reduzir a carne vermelha podem ser dois elementos-chave importantes que contribuem para os benefícios da dieta de estilo mediterrâneo. Em nossa amostra, a relação positiva entre uma dieta mediterrânea e habilidades de pensamento não é explicada por ter uma estrutura cerebral mais saudável, como se poderia esperar. Embora seja possível que haja outras correlações estruturais ou funcionais do cérebro com essa medida de dieta, ou associações em regiões específicas do cérebro, em vez de todo o cérebro, conforme medido aqui”, disse a Dra. Janie Corley, da Universidade de Edimburgo, no Reino Unido.

O estudo é um dos primeiros a testar resultados cognitivos e de neuroimagem na mesma amostra. Os especialistas dizem que é um passo importante para determinar se as dietas podem ajudar a exercer efeitos protetores sobre o envelhecimento do cérebro.

Os participantes faziam parte do estudo Lothian Birth Cohort 1936, um grupo de indivíduos que nasceram em 1936 e participaram do Scottish Mental Survey de 1947.

Desde 1999, os pesquisadores têm trabalhado com Lothian Birth Cohorts para mapear como o poder de pensamento de uma pessoa muda ao longo de sua vida.

Acesse o resumo do artigo científico (em inglês).

Acesse a notícia completa na página da Universidade de Edimburgo (em inglês).

Fonte: Universidade de Edimburgo.  Imagem: Freepik.

Em suas publicações, o Canal Nutrição da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Nutrição tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Nutrição | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account