Safra

Jaca

Descrição

A jaca é o fruto da jaqueira, árvore tropical trazida da Índia para o Brasil no século XVIII. É uma árvore que chega a 20 m de altura e seu tronco tem mais de 1 m de diâmetro. É cultivada em toda região Amazônica e toda a costa tropical brasileira, do Pará ao Rio de Janeiro. Fonte (Emater)

Os frutos da jaca são ovalados ou arredondados, de casca amarelada quando maduros e possuem superfície áspera com pequenas saliências. O interior da jaca é formado por vários gomos, sendo que cada um contém um grande caroço recoberto por uma polpa cremosa, viscosa e muito aromática.  As variedades mais cultivadas são jaca-dura, jaca-mole e jaca-manteiga. A floração ocorre principalmente na época chuvosa, de janeiro a março, com vários picos ao longo do ano. Produz frutos enormes, que pesam em média 9 kg, mas podem chegar a 15 kg, brotando principalmente no tronco e galhos mais baixos

Valor Nutricional

Em cada 100g de jaca:

Energia 94kcal
Carboidratos 22,5g
Proteínas 1,41g
Lipídios 0,27g
Fibra alimentar 2,39g
Colesterol 0mg
Cálcio 11,3mg
Ferro 0,39mg
Sódio 1,81mg
Magnésio 40,1mg
Fósforo 13,9mg
Potássio 234mg
Vitamina A (RE) 0mg
Tiamina 0,1mg
Riboflavina 0,04mg
Vitamina C 14,9mg

 

Propriedades Funcionais

A jaca pode ser considerada um alimento funcional devido aos valiosos compostos que compõem as diferentes partes desta fruta; A sua semente contém a proteína jacalina, que tem sido testada com efeitos positivos na melhora da imunidade de pacientes infectados com o vírus do tipo 1 da imunodeficiência. Fonte: UFRN

A jaca traz vários benefícios para a saúde:

Proteção contra o câncer: rica em antioxidantes, fitonutrientes e flavonóides, que a tornam altamente benéfica para proteger do câncer. A Jaca contém alta quantidade de antioxidantes que protege contra os radicais livres de oxigênio. Os radicais livres são produzidos devido ao estresse oxidativo. Estes radicais livres provoca danos do DNA da célula e se torna a célula normal numa célula cancerosa. Mas antioxidantes neutralizam esses radicais livres e age como um escudo para proteger o DNA dos radicais livres.

Melhora a imunidade: por ser uma excelente fonte de vitamina C e de antioxidantes, aumenta a função do sistema imunológico. Ela tem grandes benefícios para o sistema imunológico em protege contra doenças comuns como tosse, resfriado e gripe. A vitamina C, também aumenta a função do sistema imunitário para proteção de infecções.

Fornece energia: por conter alta quantidade de carboidratos e calorias. Ela também contém uma boa quantidade de açúcar simples, como frutose e sacarose, assim, fornecer um impulso rápido de energia. Também não tem nenhum teor de colesterol. Assim, faz com que a jaca seja mais seguro e um exemplo de alimento saudável.

Ajuda a prevenir a constipação: pois é uma fruta com boa quantidade de fibras dietéticas que melhora a digestão. Fonte: Emater

Todas as partes da jaqueira têm atividades farmacológicas:

  • ação antufúngica (folha e semente)
  • antiviral ( semente)
  • antibacteriana ( cascas do caule e da raiz, folha e fruto)
  • anticâncer (folha e cule)
  • antimalárica (cascas do caule e da raiz)
  • inflamação (fruta)
  • cicatrização (folha)
  • diabete (folha)
  • antioxidante (fruto e semente)
  • arteriosclerose (fruta e raiz)
  • diarreicas (cascas do caule e da raiz). Fonte: UFRN

Uso Culinário

A polpa além de ser consumida in natura pode ser utilizada na produção de compotas, geleias, sorvetes, licores e sucos. As sementes podem ser consumidas assadas ou cozidas.

Uso Agroindustrial

As sementes podem ser consumidas assadas ou cozidas e como contêm grande quantidade de carboidratos e proteínas, sua farinha vem sendo investigada para aplicação de biscoitos , doces e bolos. O uso do amido vai muito além da indústria de alimentos, esse material tem também aplicação nas indústrias farmacêuticas, biotecnológicas, têxtil, química e de papel. Fonte FZEA – USP

As sementes da jaca dura (Artocarpus heterophilus Lam.) poderão substituir o cacau na formulação de produtos com aroma, mas sem o sabor de chocolate. A farinha da semente de jaca utilizada no preparo de cappuccino foi capaz de substituir o aroma de chocolate proveniente do cacau, sem interferir no sabor de café da bebida. Fonte: Fapesp

A farinha de semente de jaca apresenta algumas possibilidades para utilizações em preparações gastronômicas, sendo observada a elaboração de biscoitos, quibe e pão francês com este produto. Estas preparações possuem alto teor nutritivo devido ao enriquecimento dos mesmos com a farinha, com ênfase para o teor de fibras e amido, o qual pode ser extraído e utilizado como espessante de alimentos, a exemplo de bebidas lácteas. Em produtos de panificação, o aprimoramento das técnicas para a elaboração da farinha torna-se essencialmente importante, pois pode auxiliar na melhora do sabor e possibilitar a exclusão da farinha de trigo na composição, permitindo que o produto seja voltado para fins especiais, isento de glúten. Fonte: Senac

O látex tem aplicação na indústria na fabricação de colas e vernizes. O amido da semente da jaca pode funcionar como excelente estabilizante para a produção de molhos alimentícios. Fonte: UFRN

 

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

2021 Canal Nutrição | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account