Notícia

Uso de ração de mandioca pode produzir filé de peixe com menos gordura

Farelo da raiz integral da mandioca será usado na alimentação do peixe-panga

Wikimedia Commons

Fonte

UFPB | Universidade Federal da Paraíba

Data

segunda-feira, 27 julho 2020 10:05

Áreas

Aquicultura. Biotecnologia. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Pesca

O projeto “Uso de Farelo da Raiz Integral de Mandioca na Alimentação de Pangasius”, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), utilizará farelo de mandioca para desenvolver filé da carne de peixe-panga com baixo teor de gordura e mais cristalina.

De acordo com a coordenadora do projeto, professora Dra. Alda Amancio, a ideia surgiu após uma conversa com o gerente de produção da empresa Aquavita, que produz ração para peixes.

“Ele relatou que os produtores do Rio Grande do Norte estão tendo problemas com a qualidade do filé da espécie Pangasius [conhecido popularmente como peixe-panga]. Os peixes estão acumulando gordura e ficando com o filé amarelado”, conta a Dra. Alda.

O objetivo do projeto da UFPB é examinar se a troca do farelo de milho pelo de mandioca, na alimentação dos peixes, irá deixar a carne deles com menos gordura e o filé mais cristalino.

“O preço do filé de Pangasius é maior quando a carne está mais clara. Além disso, os produtores de mandioca da região poderão ter uma boa oportunidade para comercializar o produto. Em Guarabira, existe uma fábrica de ração para peixes que poderá absorver a produção”, destaca a professora.

A Dra. Alda Amancio afirma que a escolha pela espécie Pangasius, considerado um peixe exótico, deu-se pelo fato de a carne dele ter relevante aceitação no mercado e apresentar vantagens significativas para a produção.

“Na Paraíba, a espécie só é permita em experimentos e a produção em escala comercial ainda não foi autorizada. Mas, no Rio Grande do Norte, já existem produtores de carnes dela. O Pangasius é um peixe originário da Ásia e possui carne macia e sem espinhas, geralmente comercializado em forma de filés”, explica a professora.

Acesse a notícia completa na página da UFPB.

Fonte: Jonas Lucas Vieira, Edição: Pedro Paz Ascom-UFPB.  Imagem: Wikimedia Commons

Em suas publicações, o Canal Nutrição da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Nutrição tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2020 Canal Nutrição | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account