Notícia

Alto consumo à noite de BCAAs – encontrados em carnes, ovos, peixes, grãos – pode impactar negativamente o coração

As implicações desta pesquisa podem ser positivas para indivíduos saudáveis e para pessoas com condições crônicas de saúde, como obesidade, diabetes e doenças cardíacas, isso pode servir como um alerta

Pixabay

Fonte

Universidade do Alabama em Birmingham

Data

sexta-feira, 30 abril 2021 08:35

Áreas

Nutrição Clínica. Nutrição Coletividades. Nutrição Funcional. Saúde Pública

Novo estudo publicado na revista científica Journal of Molecular and Cellular Cardiology dos pesquisadores da Universidade do Alabama em Birmingham mostra que um aumento no consumo de aminoácidos da cadeia ramificada (BCAAs) no final do dia pode resultar em um efeito negativo na saúde cardiovascular.

Usando modelos animais, as descobertas sugerem que o consumo de BCAAs no final do período ativo – hora do jantar – causou um crescimento surpreendente do coração, resultando em um aumento de 75% no tamanho dos cardiomiócitos em quatro horas. O alto consumo de BCAAs também agravou a progressão das doenças cardíacas.

O Dr. Martin Young, professor da Divisão de Doenças Cardiovasculares da UAB, dedicou grande parte de sua carreira estudando os efeitos dos ritmos circadianos na saúde do coração e ficou surpreso com as descobertas.

“Nosso estudo é o primeiro a mostrar um crescimento tão surpreendente de células cardíacas de mamíferos após uma única refeição”, disse o Dr. Young. “Este estudo destaca uma interação entre a saúde do coração e comportamentos e, neste caso, o comportamento sendo a que horas do dia devemos comer certos nutrientes.”

As implicações desta pesquisa podem ser positivas para indivíduos saudáveis, de acordo com o Dr. Young. No entanto, para pessoas com condições crônicas de saúde, como obesidade, diabetes e doenças cardíacas, isso pode servir como um alerta.

“[A pesquisa] nos surpreendeu”, disse o Dr. Young. “O que descobrimos foi que as células do coração cresceram 75 % em quatro horas após a refeição de BCAA, mas depois voltaram ao tamanho normal novamente durante o resto do dia.”

O Dr. Young acrescentou que o aumento das células cardíacas piorou as doenças cardíacas.

“Em nossos modelos, uma refeição com alto teor de BCAA no equivalente à hora do jantar piorou a remodelação do coração, levando a um declínio surpreendente na função contrátil do coração e, finalmente, ao desenvolvimento de insuficiência cardíaca. No entanto, uma refeição com alto teor de BCAA no equivalente à hora do café da manhã não teve efeito prejudicial,” disse o Dr. Young.

Então, as pessoas deveriam começar a consumir a maior parte de seus BCAAs pela manhã? O Dr. Young diz que esta pesquisa é consistente com essa ideia.

“Já estão surgindo estudos de base populacional que sugerem que devemos comer mais proteína no café da manhã e menos no jantar, e agora nosso estudo científico básico está confirmando esse conceito. Com base em nossa pesquisa, recomendamos que os pacientes com doenças cardíacas restrinjam a quantidade de proteína e, em particular, a quantidade de BCAAs que consomem no jantar,” completou o pesquisador.

Acesse o artigo científico completo (em inglês).

Acesse a notícia completa na página daUniversidade do Alabama em Birmingham (em inglês).

Fonte: Adam Pope, Universidade do Alabama em Birmingham. Imagem: Pixabay.

Em suas publicações, o Canal Nutrição da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Nutrição tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2021 Canal Nutrição | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account