Safra

Acerola

Descrição

A acerola, o fruto da aceroleira, é uma drupa, carnosa, variando na forma, tamanho e peso. Esta fruta muda de tonalidade com a maturação, passando do verde ao amarelo, laranja, vermelho ou roxo devido, sobretudo, à degradação da clorofila e à síntese de antocianinas e carotenóides. A cor vermelha da acerola, no estádio maduro, decorre da presença de antocianinas.

Fonte: UFPEL

Valor Nutricional

A acerola é a fruta que tem mais Vitamina C, em cada 100g há 941, 4 mg desta vitamina quando a fruta é consumida  in natura. Já na polpa congelada há uma perda desta vitamina, passando a 623,2mg de Vitamina C em cada 100g. In natura ou congelada a acerola continua sendo a campeã de vitamina C.

Propriedades Funcionais

O alto teor de ácido ascórbico e a presença de antocianinas destacam este fruto no campo dos funcionais pela habilidade desses compostos em capturar radicais livres no organismo humano. A vitamina C, o β-caroteno e outros carotenóides agem como antioxidantes no organismo humano.

As pesquisas comprovam os benefícios da acerola para a saúde, onde foi observado que o consumo de suco de acerola (500 mg de vitamina C) durante 20 dias foi satisfatório para a normalização dos níveis séricos de vitamina C em idosos, aumento significativo nos níveis séricos médios de vitamina C e de hemoglobina em crianças com anemia, suplementadas com suco de acerola, sendo sugerida a inclusão da acerola em programas de alimentação para populações de alto risco para a anemia, regulação do crescimento de células anormais na fase de promoção da tumorigenesis pulmonar em ratos, como resultado da supressão da fase de iniciação, no processo da auto-oxidação.

Uso Culinário

A acerola é utilizada no preparo de sucos, que deve ser o mais próximo do consumo e no preparo de geleias, compotas e sorvetes.

Uso Agroindustrial

A acerola apresenta potencial para industrialização, uma vez que pode ser consumida sob forma de compotas, geléias, utilizada no enriquecimento de sucos e de alimentos dietéticos, na forma de alimentos nutracêuticos, como comprimidos ou cápsulas, empregados como suplemento alimentar, chás, bebidas para esportistas, barras nutritivas e iogurtes . Também é consumida na forma de suco (integral, concentrado, liofilizado), licor, soft drink, bombons, goma de mascar, néctares, purê, sorvetes, cobertura de biscoitos, refrigerantes, etc. No entanto, as formas mais comuns de comercialização da acerola são o fruto in natura, a polpa congelada e o suco engarrafado.

Fonte: UFPEL

Os resíduos da acerola, constituído principalmente por bagaço, são descartados. No entanto, por serem boas fontes de compostos fenólicos, sobretudo o bagaço, com altos níveis, apresentando 10,82 g 100 g-1 matéria seca sua utilização na indústria farmacêutica, agroquímica e de alimentos pode ser promissora, além de agregar valor ao resíduo e consequentemente ao fruto.

Uma alternativa para o aproveitamento desse resíduo é sua transformação em farinha, que além de possuir diversos componentes, tais como fibras, vitaminas, minerais, apresentam substâncias antioxidantes, como os compostos fenólicos.

Fonte: UFLA

 

 

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

2021 Canal Nutrição | Canal de Notícias, Conteúdos e Rede Profissional em Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias da Rede T4H.

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account