Notícia

Nova técnica de processamento pode tornar as batatas mais saudáveis

A técnica não é projetada para impedir que a batata seja digerida, mas sim para retardar a digestão para evitar um rápido aumento de açúcar no sangue

Andrey Metelev, Via Unsplash

Fonte

Sociedade Americana de Nutrição

Data

quarta-feira, 15 junho 2022 10:15

Áreas

Biotecnologia. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Engenharia de Alimentos. Nutrição Clínica

Pesquisadores anunciaram testes iniciais de uma nova técnica de processamento de batata projetada para fazer nossos corpos digerirem o amido de batata mais lentamente. Demonstrações de laboratório mostram que a abordagem impede que certas enzimas digestivas atinjam o amido de batata tão rapidamente, levando a uma liberação mais controlada de glicose dietética.

“Existe uma percepção de que os alimentos à base de batata não são saudáveis ​​porque comer uma grande quantidade de alguns alimentos à base de batata pode causar um rápido aumento de açúcar no sangue, o que é um risco para pessoas com diabetes ou para aqueles que desejam controlar o peso corporal”, disse a Dra.Amy Lin, pesquisadora principal do estudo e líder do Programa de Carboidratos Alimentares do Instituto de Inovação em Alimentos e Biotecnologia de Cingapura (SIFBI) na A*STAR. “Nossa equipe revelou que alternar a acessibilidade de duas enzimas de digestão – α-amilase e α-glicosidase da mucosa – no intestino delgado é uma estratégia bem-sucedida para liberar a glicose da dieta lenta e continuamente das batatas”.

A Dra. Andrea Gomez Maqueo Cerecer, pesquisadora de pós-doutorado da A*STAR, apresentará as descobertas on-line no ‘Nutrition 2022 Live Online‘, a principal reunião anual da Sociedade Americana de Nutrição. O estudo foi supervisionado pela Dra. Lin e outros membros da equipe de pesquisa.

Para a nova técnica de processamento, os pesquisadores cortaram as batatas em cubos e as escaldaram em água quente com um ingrediente de qualidade alimentar por 30 minutos. O ingrediente usado na solução foi designado “geralmente reconhecido como seguro”, um padrão estabelecido pela Food and Drug Administration dos EUA para substâncias consideradas seguras para uso em alimentos.

Esse processo causa uma reação com a pectina, uma fibra solúvel em água das batatas, criando uma estrutura gelificante que atua como uma barreira entre os grânulos de amido e as enzimas digestivas. Essa camada protetora é porosa e o método de processamento permite que o tamanho dos poros seja controlado para moderar a rapidez com que a α-amilase é capaz de penetrar nas células do parênquima da batata e degradar o amido em pequenas moléculas. A conversão de moléculas de amido em glicose depende da α-glicosidase da mucosa, que é grande demais para penetrar nesses poros. Portanto, a elevação da glicose dietética de batatas processadas depende da rapidez com que pequenas moléculas de amido são lixiviadas das células do parênquima e são digeridas pela α-glicosidase da mucosa.

“Sem o nosso tratamento, as enzimas se movem livremente para dentro e para fora das células, e o amido é rapidamente degradado por ambas as enzimas e rapidamente convertido em glicose”, disse a Dra. Lin. “O tratamento permite que o amido seja lentamente degradado para evitar um pico de glicemia e depois totalmente convertido em glicose para atender às nossas necessidades energéticas e nutricionais”.

A técnica não é projetada para impedir que a batata seja digerida, mas sim para retardar a digestão para evitar um rápido aumento de açúcar no sangue. Os pesquisadores dizem que a modificação também pode ajudar os consumidores a se sentirem satisfeitos por um período mais longo depois de comer as batatas tratadas, ajudando a evitar excessos.

Os pesquisadores relatam que o método teve bom desempenho em testes com um processo de digestão simulado em laboratório. O tratamento aumentou a fração do amido que é considerado lentamente digerível de 10% para 35% e reduziu significativamente a capacidade da enzima a-amilase de acessar o amido dentro das paredes celulares.

Como o processo essencialmente pré-cozinha as batatas, as batatas tratadas não são estáveis ​​​​nas prateleiras, mas podem ser congeladas e depois cozidas ou processadas para pratos como batatas assadas, batatas fritas, sopas ou refogados, dizem os pesquisadores. Os testes iniciais de sabor tiveram bons resultados em termos de digestibilidade e textura.

Como próximo passo, os pesquisadores estão se preparando para testar ainda mais os impactos na digestibilidade em um ensaio clínico. Eles também planejam estudar se uma abordagem semelhante poderia ser usada para melhorar outros alimentos básicos.

Os resumos apresentados no ‘Nutrition 2022 Live Online’ foram avaliados e selecionados por um comitê de especialistas, mas geralmente não passaram pelo mesmo processo de revisão por pares exigido para publicação em uma revista científica. Como tal, os resultados apresentados devem ser considerados preliminares até que uma publicação revisada por pares esteja disponível.

Acesse a notícia completa na página da Sociedade Americana de Nutrição (em inglês).

Fonte: ASN Staff – Sociedade Americana de Nutrição, Staff.  Imagem: Andrey Metelev, Via Unsplash.

Em suas publicações, o Canal Nutrição da Rede T4H tem o único objetivo de divulgação científica, tecnológica ou de informações comerciais para disseminar conhecimento. Nenhuma publicação do Canal Nutrição tem o objetivo de aconselhamento, diagnóstico, tratamento médico ou de substituição de qualquer profissional da área da saúde. Consulte sempre um profissional de saúde qualificado para a devida orientação, medicação ou tratamento, que seja compatível com suas necessidades específicas.

Os comentários constituem um espaço importante para a livre manifestação dos usuários, desde que  cadastrados no Canal Nutrição e que respeitem os Termos e Condições de Uso. Portanto, cada comentário é de responsabilidade exclusiva do usuário que o assina, não representando a opinião do Canal Nutrição, que pode retirar, sem prévio aviso, comentários postados que não estejam de acordo com estas regras.

Leia também

2022 nutrição t4h | Notícias, Conteúdos e Rede Profissional nas áreas de Alimentos, Alimentação, Saúde e Tecnologias

Entre em Contato

Enviando
ou

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

ou

Create Account